Café descafeinado

Imagem de uma xícara de café, sobre o pires. Numa mesa de marmore preta, em contraste com a xícara branca.A primeira coisa que você precisa saber sobre o café descafeinado é que ele tem cafeína. Bem pouca, mas tem. A quantidade varia conforme a marca, o lote, mas sempre tem algum resquício. Portanto, se você não quer nenhuma quantidade de cafeína, o jeito é não tomar café ou optar pelo café de cevada ou chicória, mas que aí, só é “café” por nomenclatura, porque o gosto é absurdamente diferente de café verdadeiro!!

Bom, a revelia de ter quantidades irrisórias (ou nem tanto) de cafeína, muita gente tem preconceito com o descafeinado porque acha que o gosto fica alterado. Apesar de gosto ser uma coisa muito pessoal, claro, falando por mim, acho que o gosto do café tradicional para o descafeinado varia tanto quanto de uma marca pra outra. O descafeinado é bem saboroso sim. Alguns mais, outros menos, mas não percebo tanta diferença assim do café-cafeinado.

Para se extrair a cafeína do café, o processo é feito com o grão ainda cru, maduro e recém colhido, porque a maior parte do sabor característico do café se revela durante a torra. Antigamente, isso era feito deixando o grão bastante tempo de molho na água e depois filtrado e isso alterava o gosto do café, porque além da cafeína, outras moléculas que dão sabor ao café eram retiradas durante a filtragem. Depois, passou-se a deixar o grão menos tempo de molho e utilizar solventes, mas esses solventes deixavam resíduos nos grãos, alterando o paladar e, pior ainda, eram tóxicos e faziam mal pra saúde. Atualmente, utiliza-se dois processos: por gás carbônico em alta pressão, o que impede mudanças no paladar da bebida e não é toxico, mas a desvantagem é que esse método é mais caro. Por fim, um último método que nada mais é que uma variação do primeiro: usar água para retirar a cafeína. Mas, em vez de usar água pura, usam uma água por substâncias de café, que impedem que qualquer outra molécula, além da cafeína, seja filtrada. (fonte)

Dizem que o descafeinado também que irrita menos o estômago – não sofro de gastrite e não sei se essa comparação é válida – e que ajuda no combate de doenças de fígado e protege o organismo dos diabéticos. Mas, isso são informações lidas por aí e eu prefiro me abster de dar pareceres que cabem somente à profissionais de saúde!

Costumo brincar nas minhas redes sociais que café sem cafeína é igual a cerveja sem álcool, uma heresia. Mas, aqui entre nós, no finalzinho da tarde, quase noite, prefiro um bom descafeinado, porque a quantidade mínima de cafeína atrapalha menos meu sono. Se é efeito placebo ou não, comigo funciona e é isso que interessa.

Beijinhos

Lak

Se você gostou, leia também:

8 respostas a Café descafeinado

  1. Patrícia disse:

    Eu era viciada em café, mas ele mexia muito com o meu comportamento, já sou ansiosa por natureza, mas quando bebia café ficava o triplo ansiosa. Passei a ter gastrite também, então, a alternativa, para quem aprecia um bom café diariamente, foi começar a consumir o café descafeinado. Meu estomago não doeia mais depois que passei a consumir o descafeinado. Comecei pelo solúvel da Nescafé, horrível! Fui para o descafeinado em pó, andei pelas marcas até achar um que fosse saboroso, igual o café normal, o Café do Ponto. Mas ainda não era o café perfeito. Então, comprei a cafeteira da Arno que utiliza café em cápsula da Dolce Gusto. Esse sim, é perfeito. Vale a pena.

  2. Lucia disse:

    Eu amo café,sou mesmo viciada,resolvi experimentar o café descafeinado Melita,simplesmente maravilhoso,pode ser que seja um pouquinho diferente do cafe tradicional,mas eu amei!

  3. Fernanda Costa disse:

    Café com cafeína deixava-me muito dependente, anciosa e sentia um forte dor de cabeça quando não tomava, então o médico me receitou tomar descafeinado melita classico ou forte e, depois que passei a tomar, nunca mais senti dores de cabeça, tomo pela manhã e a tarde no lanche e me sinto bem e, mesmo quando não tomo não sinto dependencia fisica, tem dias que nem tomo e não sinto dores e, isso mostra que mesmo tendo pouco teor de cafeína é possivel ter o prazer do café
    Aliás recomendo o sabor do descafeinado melita é maravilhoso!

  4. Maria disse:

    Cafe e maravilhoso mas o melitta descafeinada e perfeito!
    Pena que em Manaus some de vez em quando

  5. maria disse:

    eu pensei que estava sofrendo de gastrite e refluxo ,pois eu estava muito ansiosa e com muito estresse,fiz a endoscopia deu tudo normal na conclusão,ai eu tenho guase certeza que é problema intestinal,meu nervo fica a flor da pele, e parei de tomar cafe sera que alguem poderia me dizer se posso tomar descafeinado?

  6. Thanise Carvalho disse:

    Hoje tive minha segunda experiência com o descafeinado e parti pro Google pra buscar mais informações sobre ele. Li sua matéria e achei ótima!
    Por outro lado, buscando mais sobre a questão café descafeinado e saúde achei esse link (http://www.drrondo.com/art/descafeinado.htm) que fala sobre umas taxas terem subido.
    Não sei de quando é esse estudo e queria saber se ainda é válido.

    De qualquer forma, tomar descafeinado me fez não sentir um gosto forte de café na boca e tenho sentido menos irritações no estômago. Relato aqui também que café nunca tirou meu sono, então o descafeinado tem sido uma boa opção pra mim.

    Um beijo e parabéns pelo blog!

  7. Francisco Fitipaldi disse:

    Soube, em uma palestra, que algumas marcas de café ainda usam o processo químico (solventes) para a descafeinação. Isso é muito perigoso pois elas produzem substâncias cancerígenas. Você sabe quais marcas brasileiras usam apenas os processos naturasi?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>