As 5 tentativas de banir o café na história

ban coffee

Café foi proibido pela primeira vez em Meca em 1511 porque os líderes acreditavam que ele estimulava o pensamento radical.

No século 16, na Itália, clérigos tentaram proibir o café porque acreditavam que ele era “satânico”. No entanto, o Papa Clemente VII amava tanto café, que ele cancelou a proibição e até batizou o café em 1600.

Mas o líder otomano Murad IV foi ainda mais além quando ele ascendeu ao trono em 1623, criando as primeiras punições por beber café, que incluía espancamentos e ser jogado ao mar.

Em 1746, o governo da Suécia tornou ilegal até mesmo ter parafernálias de café, incluindo xícaras e pires.

E, finalmente, em 1777, Frederico, o Grande da Prússia publicou um manifesto declarando a superioridade da cerveja sobre o café, porque acreditava que ele interferia no consumo de cerveja do país.

Aparentemente nenhuma dessas tentativas deram muito certo e podemos ter nossas doses diárias de café sem correr o risco de sermos presos.

Se você gostou, leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *